10.3.14

Em conquista inédita, Brasil fica com ouro e Bruno Matheus conquista sua quarta medalha nos Jogos Sul- Americanos

 O triatleta Bruno Matheus desembarcou no Chile com o objetivo de conquistar sua quarta medalha nos Jogos Sul-Americanos, e conseguiu. Nesse domingo (09), junto com Pâmella Oliveira, Beatriz Neres e Diogo Sclebin, a seleção brasileira conseguiu um feito inédito e conquistou ouro no Team Relay no X Jogos Sul-Americanos com o tempo de 1h09min44s. A equipe do Chile ficou com a prata e o bronze foi para os Argentinos. A competição aconteceu em Santiago, no Chile.

Durante a disputa em equipe, os atletas competiram na distância super Sprint, com 250m natação, 5km ciclismo e 1,6km de corrida. Pâmella Oliveira foi a primeira atleta a largar, abrindo vantagem sobre os demais adversários. Bruno Matheus foi o segundo atleta mantendo a primeira posição. Logo em seguida, Beatriz Neres conseguiu manter, entregando ao Diogo Sclebin o revezamento em primeiro lugar, no entanto, o brasileiro foi alcançado no ciclismo mas conseguiu recuperar na corrida. “Foram momentos de muita vibração e emoção”, diz Bruno Matheus.
 Segundo o técnico da equipe, Sérgio Santos, houve uma estratégia para que a equipe brasileira ficasse na frente  por toda competição. “E foi o que acabou acontecendo. Queríamos o ouro e o conquistamos. O plano era não ter ninguém junto de nós até o final. Apenas no último percurso o Diogo teve a companhia do Chile, que era a equipe favorita juntamente com o Brasil. Mas, a nossa equipe fez uma prova muito forte e se mostrou muito unida. Foi um resultado muito bom. Manteve a emoção até o fim. Foi espetacular e os atletas estão de parabéns", afirma o português Sergio Santos.

No dia anterior a disputa em equipes, sábado (08), Bruno Matheus largou para a disputa individual, onde percorreu as distâncias olímpicas com 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida. No entanto, a prova não saiu como ele esperava. Com o tempo de  1h54min35s e a 7ª posição, Bruno afirma que sofreu um pouco na corrida. “Fiz uma ótima natação e um forte ciclismo, sempre junto ao primeiro grupo, mas a decisão ficou para a corrida, e eu não consegui acompanhar o ritmo, infelizmente. As sensações não foram boas, fiz muita força e o rendimento foi baixo, não saiu nem perto do que eu vinha treinando. Mas ainda bem que no domingo eu consegui me recuperar e ajudar a seleção nessa tão importante conquista”, finaliza Bruno Matheus.
O campeão da prova foi o argentino Gonzalo Tellechea, que esteve nos Jogos Olímpicos de Londres, com o tempo de 1h52min47s. A prata também foi para a Argentina, Luciano Taccone que finalizou percurso em 1h52min49s. O chileno Felipe Barraza completou o pódio com 1h53min02s.

Bruno Matheus é integrante da equipe francesa Poissy, com parcerias do Exército Brasileiro e da CBtri. O atleta tem apoio da BikeShop Santos e 3T Store. Além de ser federado ao estado de Santa Catarina.
Foto: Divulgação
COB - Wander Roberto

6.3.14

Já no Chile, Bruno Matheus busca sua quarta medalha nos Jogos Sul-Americanos

O triatleta Bruno Matheus participa neste final de semana dos X Jogos Sul-Americanos, em Santiago, no Chile. O triathlon terá duas disputas: a individual e por equipes. A individual será  no sábado (08), em distância olímpica, 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida. Já o Team Relay será no domingo (09), em distância super sprint, 250m natação, 5km ciclismo e 1,6km de corrida. As equipes serão formadas por quatro integrantes, sendo dois homens e duas mulheres.


Essa é a terceira vez que Bruno Matheus representa o Brasil nos Jogos Sul-Americanos. Sua primeira participação foi em 2006 com  excelentes resultados, prata no individual e ouro por equipe. Em 2010, em sua segunda participação, Bruno Matheus, mesmo com dengue, conquistou o bronze com a equipe brasileira. 

Para esse ano, o objetivo do atleta é conquistar sua quarta medalha sul-americana. “Em 2012 estive em uma prova  exatamente no mesmo local que acontecerão os jogos. Como característica predominante, o percurso é totalmente plano, sendo assim uma prova rápida. Levando em conta a temperatura do ar, que gira em torno dos 15 aos 25 graus, temperatura ideal para se competir, a prova fica ainda mais rápida. Já a temperatura da água é um pouco abaixo dos 18 graus, mas nada do que eu esteja acostumado com as provas na Europa ou Oceania”.

Entre os adversários, destaque para os argentinos. “A Argentina vem com quatro atletas bem fortes no masculino, sendo que um deles, o Gonzalo Tellechea, esteve nas olimpíadas de Londres. Depois temos os donos da casa com um atleta bem forte, o Felipe Barraza, além do equatoriano Juan Jose Andrade e o colombiano Carlos Quinchara”, diz Bruno.
Além de Bruno Matheus, a seleção brasileira masculina será composta por Diogo Sclebin e Danilo Pimentel. Entre as mulheres, Pâmella Oliveira, Beatriz Neres e Flávia Fernandes. O chefe da equipe é José Renato e o técnico Sérgio Santos.

Bruno Matheus é integrante da equipe francesa Poissy com parcerias do Exército Brasileiro e da CBTri. O atleta tem apoio de Bike Shop Santos e 3T Store. Atleta federado ao estado de Santa Catarina.


Texto: Simone Pustiglione – Classi Imprensa e Comunicação
Foto: arquivo pessoal