15.5.14

Vai ser dada a largada: Bruno Matheus participa de etapa Mundial de Triathlon, no Japão

A terceira etapa do  Campeonato Mundial de Triathlon acontece nesse final de semana (17 e 18) em Yokohama, no Japão. A competição será o marco inicial do ciclo olímpico. O brasileiro Bruno Matheus tem presença confirmada, assim como os medalhistas olímpicos Javier Gomes, espanhol, e os irmãos ingleses Jonathan e Alistair Brownlee.    


Em distância olímpica, com 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida, a etapa da World Triathlon Series Yokohama terá como característica uma corrida rápida, além de um ciclismo com muitas curvas. De acordo com Bruno Matheus, a natação no mar será calma, pois será realizada próximo ao porto. “Será uma prova bem forte, tendo em vista a presença dos melhores triatletas do mundo. Além dos medalhistas olímpicos de 2012, estarão também o espanhol Mario Mola, o português João Silva e o francês Aurelien Raphael”.
 No Japão há uma semana, para que a adaptação do fuso horário fosse eficiente, o triatleta brasileiro explica que os treinos foram leves e com estímulos ao organismo. “A competição já começa com a adaptação. É importante que ela seja bem feita para que o corpo consiga estar preparado para o clima. Não é fácil, e é por isso que chegamos ao país há alguns dias”, diz Bruno.
 Apesar de ser a terceira etapa do circuito mundial, a disputa de Yokohama será importante, pois marca o início da contagem de pontos para a vaga olímpica dos jogos de 2016, no Rio de Janeiro.  Por ser sede, o Brasil possui uma vaga garantida em cada categoria, feminina e masculina, no entanto pode alcançar o número máximo de três integrantes por categoria.
  A disputa masculina será às 13h (horário local) do sábado (17). Quem quiser, pode acompanhar o brasileiro pela internet no site www.triathlon.org na madrugada de sexta para sábado, no horário de Brasília, à 1h.
 Bruno Matheus é integrante da equipe francesa Poissy com parcerias do Exército Brasileiro e da CBTri. O atleta tem apoio de Bike Shop Santos e 3T Store. Atleta federado ao estado de Santa Catarina.


Texto: Simone Pustiglione
Foto: Vitor Bastos

28.4.14

Em casa, triatleta Bruno Matheus é campeão de travessia aquática

Aconteceu nesse domingo (27), em Santos, a segunda etapa do 4º Circuito de Travessias Squalo. O triatleta Bruno Matheus foi o grande campeão e completou o percurso de 1,5km em 19min14s. Em segundo lugar ficou Roberto Campos com o tempo de 21min17s e fechando o pódio João Alexandre Rodrigues, em terceiro lugar com o tempo de 21min31s.


Bruno Matheus, que está no Brasil há duas semanas, incluiu a travessia em seu calendário de treino luxo. “Estou me preparando para a próxima etapa da WTS, que será em Yokohama, no Japão e vi essa travessia aquática em Santos como uma excelente oportunidade de incrementar meus treinos que estão focados para a conquista da vaga olímpica”, esclarece Bruno.

O triatleta diz ainda que, há três semanas da próxima disputa, competir em casa, com amigos e no mar onde sempre conquistou bons resultados, é excelente para a autoestima. “Competir em Santos é sempre especial, tem a energia da família e a torcida dos amigos. Estou muito satisfeito com o resultado e isso aumenta o ânimo para as próximas disputas que são muito importantes”, finaliza o atleta.

No dia 18 de maio acontece a etapa de Yokohama da WTS de Triathlon que marca o início da corrida olímpica, ou seja, é a partir dessa prova que os atletas irão começar a pontuar para definir os times dos países participantes. Por ser sede, o Brasil possui uma vaga garantida em cada categoria, feminina e masculina, no entanto pode alcançar o número máximo de três integrantes por categoria.

Bruno Matheus é integrante da equipe francesa Poissy com parcerias do Exército Brasileiro e da CBTri. O atleta tem apoio de Bike Shop Santos e 3T Store. Atleta federado ao estado de Santa Catarina.

10.3.14

Em conquista inédita, Brasil fica com ouro e Bruno Matheus conquista sua quarta medalha nos Jogos Sul- Americanos

 O triatleta Bruno Matheus desembarcou no Chile com o objetivo de conquistar sua quarta medalha nos Jogos Sul-Americanos, e conseguiu. Nesse domingo (09), junto com Pâmella Oliveira, Beatriz Neres e Diogo Sclebin, a seleção brasileira conseguiu um feito inédito e conquistou ouro no Team Relay no X Jogos Sul-Americanos com o tempo de 1h09min44s. A equipe do Chile ficou com a prata e o bronze foi para os Argentinos. A competição aconteceu em Santiago, no Chile.

Durante a disputa em equipe, os atletas competiram na distância super Sprint, com 250m natação, 5km ciclismo e 1,6km de corrida. Pâmella Oliveira foi a primeira atleta a largar, abrindo vantagem sobre os demais adversários. Bruno Matheus foi o segundo atleta mantendo a primeira posição. Logo em seguida, Beatriz Neres conseguiu manter, entregando ao Diogo Sclebin o revezamento em primeiro lugar, no entanto, o brasileiro foi alcançado no ciclismo mas conseguiu recuperar na corrida. “Foram momentos de muita vibração e emoção”, diz Bruno Matheus.
 Segundo o técnico da equipe, Sérgio Santos, houve uma estratégia para que a equipe brasileira ficasse na frente  por toda competição. “E foi o que acabou acontecendo. Queríamos o ouro e o conquistamos. O plano era não ter ninguém junto de nós até o final. Apenas no último percurso o Diogo teve a companhia do Chile, que era a equipe favorita juntamente com o Brasil. Mas, a nossa equipe fez uma prova muito forte e se mostrou muito unida. Foi um resultado muito bom. Manteve a emoção até o fim. Foi espetacular e os atletas estão de parabéns", afirma o português Sergio Santos.

No dia anterior a disputa em equipes, sábado (08), Bruno Matheus largou para a disputa individual, onde percorreu as distâncias olímpicas com 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida. No entanto, a prova não saiu como ele esperava. Com o tempo de  1h54min35s e a 7ª posição, Bruno afirma que sofreu um pouco na corrida. “Fiz uma ótima natação e um forte ciclismo, sempre junto ao primeiro grupo, mas a decisão ficou para a corrida, e eu não consegui acompanhar o ritmo, infelizmente. As sensações não foram boas, fiz muita força e o rendimento foi baixo, não saiu nem perto do que eu vinha treinando. Mas ainda bem que no domingo eu consegui me recuperar e ajudar a seleção nessa tão importante conquista”, finaliza Bruno Matheus.
O campeão da prova foi o argentino Gonzalo Tellechea, que esteve nos Jogos Olímpicos de Londres, com o tempo de 1h52min47s. A prata também foi para a Argentina, Luciano Taccone que finalizou percurso em 1h52min49s. O chileno Felipe Barraza completou o pódio com 1h53min02s.

Bruno Matheus é integrante da equipe francesa Poissy, com parcerias do Exército Brasileiro e da CBtri. O atleta tem apoio da BikeShop Santos e 3T Store. Além de ser federado ao estado de Santa Catarina.
Foto: Divulgação
COB - Wander Roberto

6.3.14

Já no Chile, Bruno Matheus busca sua quarta medalha nos Jogos Sul-Americanos

O triatleta Bruno Matheus participa neste final de semana dos X Jogos Sul-Americanos, em Santiago, no Chile. O triathlon terá duas disputas: a individual e por equipes. A individual será  no sábado (08), em distância olímpica, 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida. Já o Team Relay será no domingo (09), em distância super sprint, 250m natação, 5km ciclismo e 1,6km de corrida. As equipes serão formadas por quatro integrantes, sendo dois homens e duas mulheres.


Essa é a terceira vez que Bruno Matheus representa o Brasil nos Jogos Sul-Americanos. Sua primeira participação foi em 2006 com  excelentes resultados, prata no individual e ouro por equipe. Em 2010, em sua segunda participação, Bruno Matheus, mesmo com dengue, conquistou o bronze com a equipe brasileira. 

Para esse ano, o objetivo do atleta é conquistar sua quarta medalha sul-americana. “Em 2012 estive em uma prova  exatamente no mesmo local que acontecerão os jogos. Como característica predominante, o percurso é totalmente plano, sendo assim uma prova rápida. Levando em conta a temperatura do ar, que gira em torno dos 15 aos 25 graus, temperatura ideal para se competir, a prova fica ainda mais rápida. Já a temperatura da água é um pouco abaixo dos 18 graus, mas nada do que eu esteja acostumado com as provas na Europa ou Oceania”.

Entre os adversários, destaque para os argentinos. “A Argentina vem com quatro atletas bem fortes no masculino, sendo que um deles, o Gonzalo Tellechea, esteve nas olimpíadas de Londres. Depois temos os donos da casa com um atleta bem forte, o Felipe Barraza, além do equatoriano Juan Jose Andrade e o colombiano Carlos Quinchara”, diz Bruno.
Além de Bruno Matheus, a seleção brasileira masculina será composta por Diogo Sclebin e Danilo Pimentel. Entre as mulheres, Pâmella Oliveira, Beatriz Neres e Flávia Fernandes. O chefe da equipe é José Renato e o técnico Sérgio Santos.

Bruno Matheus é integrante da equipe francesa Poissy com parcerias do Exército Brasileiro e da CBTri. O atleta tem apoio de Bike Shop Santos e 3T Store. Atleta federado ao estado de Santa Catarina.


Texto: Simone Pustiglione – Classi Imprensa e Comunicação
Foto: arquivo pessoal

13.2.14

Bruno Matheus e um único objetivo: o pódio

O triatleta da Seleção Brasileira Bruno Matheus compete mais uma vez nesse final de semana. Será o Duathlon Rio Maior, em distância sprint, com 5km de corrida, 20km de ciclismo e 2,5km de corrida novamente. A competição acontece domingo (16), na cidade de Rio Maior, em Portugal. Essa será a segunda competição em que Bruno participa. A primeira foi a VII Corrida São Domingos Benfica, no dia 02, onde conquistou o quarto lugar.

O triatleta que mora em Rio Maior desde 2011, integrando o Projeto Rio Maior 2016, da Confederação Brasileira de Triathlon, que visa preparar atletas para a conquista da vaga olímpica, destaca que mesmo com a pressão pretende fazer um bom resultado. “Já se especula que os melhores portugueses, tanto do triathlon e principalmente do duathlon, virão para a disputa, pois essa prova  vale como seletiva para etapas internacionais na modalidade. Isso é bem legal, pois o nível da prova fica forte e somos obrigados a fazer o nosso melhor”. 
Bruno afirma ainda que, competir em casa, tem sempre um gostinho diferente. “Participar de provas aqui faz com que eu sinta a mesma pressão de estar em Santos. Por isso, dar o meu máximo é mais que uma obrigação e meu objetivo é faturar o pódio no quintal de casa”.
 Bruno Matheus é integrante da equipe francesa Poissy com parcerias do Exército Brasileiro e da CBTri. O atleta tem apoio de Bike Shop Santos e 3T Store. Atleta federado ao estado de Santa Catarina.

2.12.13

DE VOLTA AS ORIGENS: Bruno Matheus treina em Santos em parceria com o Santa Cecília

O triatleta Bruno Matheus, já está em Santos. Ele, que mora em Portugal desde sua convocação para o Projeto Rio Maior 2016, passará uma temporada na cidade para matar a saudade da família, competir e cumprir alguns compromissos sociais.

Mesmo estando em casa, o ritmo não é de férias. Focado nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o atleta precisa cumprir uma carga alta de treinamento e para poder realizá-los ele conta com o apoio da Universidade Santa Cecília, que oferece uma bela piscina de 50m. “Eu ingressei no esporte através da natação aos quatro anos e defendi o Santa por muitos anos. Estar de volta nessa piscina é muito significativo para mim”, conta Bruno, que ajudou a equipe na conquista de muitos títulos e a partir de 2001 se afastou para se dedicar ao triathlon.


“Sinto um misto de sentimentos ao entrar no Santa Cecília, ao cair na piscina. Um filme se passa na minha cabeça e isso me dá ainda mais gás para treinar e focar na vaga para os jogos de 2016”, completa o triatleta que fica em Santos até o começo de janeiro.
“Ficamos muito felizes em poder colaborar com o Bruno nesse momento.  Ele passou por nossas equipes de base e sempre foi muito aplicado, haja visto agora ser esse atleta tão responsável e tão talentoso. Sentimos muito orgulho de saber que seus primeiros passos no Esporte foram dados dentro da Unisanta. E sem medo de errar, poder dizer também que a natação que ele aprendeu conosco é quem deu a base e sustentação para iniciar e seguir nessa modalidade tão complexa que é o Triatlon”, complementa Rosa do Carmo, diretora de natação da Unisanta.
Bruno Matheus é integrante da equipe francesa Poissy e tem o patrocínio da Flets, parcerias do Exército Brasileiro e da CBTri e apoio Bike Shop Santos. Federado por Santa Catarina e atleta da equipe de triathlon de Criciúma.

Texto Simone Pustiglione  - Classi Imprensa e Comunicação
Fotos: Bruno Matheus – Arquivo Pessoal

25.11.13

Com a medalha de prata no peito, Bruno Matheus conquista feito inédito para Criciúma, nos JASC

O triatleta Bruno Matheus conquistou um importante resultado para sua carreira e para equipe de Criciúma nos 53º Jogos Abertos de Santa Catarina, os JASC. Participando pela primeira vez, Bruno ficou em segundo lugar, com o tempo de 1h2min35seg. Com esse resultado, ele faz história no triathlon de Criciúma, conquistando o melhor resultado individual masculino para a cidade.


Domingo amanheceu com sol em Navegantes, no entanto o tempo logo mudou e o mar, que já não estava para peixe, ficou ainda mais revolto. Com isso, a organização suspendeu a etapa da natação, fazendo com que a etapa de triathlon se tornasse um duathlon.
 “Temos que estar preparado para todas as situações e infelizmente não podemos duelar contra os fenômenos naturais. Claro, que para um atleta que iniciou carreira com a natação, não ter a etapa inicial na água é sempre ruim, mas isso não impediu que eu desse o meu melhor e conquistasse um resultado tão importante”, diz Bruno sobre as mudanças, que só foram avisadas momentos antes da largada.
 Com as alterações, os atletas tiveram de iniciar com uma corrida de 5km, partir para os 20km de ciclismo e finalizar com outra corrida de  mais 5km. “Consegui me posicionar bem na largada, fazendo com que terminasse a primeira corrida a frente dos adversários. Saí para o ciclismo com certa vantagem, liderando, até que deixei que os outros atletas viessem para formar um pelotão. Na segunda corrida, consegui manter um ritmo bom, mas infelizmente nos momentos finais não consegui segurar e fui ultrapassado pelo Diogo”, conta o atleta que ficou atrás apenas de Diogo Sclebin.
 “Estou bem satisfeito com o resultado, apesar de não ter conquistado o ouro, consegui um feito bem importante para minha equipe, já que meus pontos somados com os demais integrantes, Felipe Manente, Felipe Guedes e Marcelo Olimpio, trouxeram o terceiro lugar por equipe masculina para Criciúma”, complementa o triatleta.  Assim, a conquista desse ano  se igualou ao melhor resultado por equipe, masculina, feito a primeira vez em 2011.
 Bruno Matheus é integrante da equipe francesa Poissy e tem o patrocínio da Flets, parcerias do Exército Brasileiro e da CBTri e apoio Bike Shop Santos. Federado por Santa Catarina e integrante da equipe de Criciúma.
 Confira a classificação da equipe masculina de Criciúma nos últimos JASC
2013 – 3º lugar
2012 – 6º lugar
2011 – 3 º lugar
2010 – 5 º lugar
2009 – 6 º lugar
De 2005 a 2008 – não conseguiram classificação ou não participaram

Texto Simone Pustiglione  - Classi Imprensa e Comunicação
Foto: Rita de Cássia Machado e Simone Pustiglione