13.3.13

EU SOU SPECIALIZED - OLIVIA BLEITZ



Antes da Ruby 2013 chegar às lojas, ela passou um tempo sendo testada pelas moças da Specialized envolvidas no Project Black, um programa interno de testes em campo, que é aplicado no desenvolvimento de todas as bikes Specialized. Conheça Mallory Burda, uma dessas ciclistas, e veja por que ela pedala uma Ruby.
O que eu faço na Specialized
“Eu trabalho na equipe de produtos femininos, com um foco na marca e no marketing de produto. Ainda que o trabalho diário seja encontrar formas novas e criativas para falar com os ciclistas, oferecer informação aos representantes e falar dos nossos produtos, o objetivo final de tudo o que faço é trazer mais mulheres para o ciclismo.”
Por que eu pedalo?
“Pedalar me faz sentir melhor. Muda completamente minha perspectiva, e tem alguma coisa na hora em que eu termino uma pedalada desafiadora, que me faz sentir que eu consigo qualquer coisa.” Desafios no trabalho? Voos atrasados? Apresentação importante? Sem problemas. Se eu consigo pedalar 160 quilômetros, eu consigo superar qualquer uma dessas coisas. Francamente, eu não sei onde eu estaria se não tivesse descoberto o ciclismo - provavelmente trabalhando em algum trabalho bobo, sentada atrás de uma mesa sem graça e NÃO estaria empolgada com ele.”
Pedaladas favoritas
“Minha pedalada favorita é de uns 80 Km com uma amiga - o tipo de rota que tenha uma mistura de subidas desafiadoras e descidas divertidas e rápidas. Eu viajo muito, e muitas vezes levo minha bike. Tive a sorte de poder pedalar em lugares muito irados, mas é diferente pedalar em casa, em St. Louis, e passar por caminhos antigos e familiares. Dentro e ao redor da cidade que eu amo. Como a River Front Trail. Ela te leva pelo coração da cidade em direção ao norte ao longo do rio, até que você cruza uma ponte histórica e entra no estado de Illinois. Eu amo muito esta cidade, por isso é tão especial atravessá-la pedalando.”

Why I’m a Ruby Rider
“Quando eu fiz um upgrade para uma bike inteiramente em carbono - alguns anos atrás, antes de eu começar a trabalhar aqui em Morgan Hill - eu gostava de uma marca diferente. O dono da loja me sugeriu que eu provasse uma das bikes demo Ruby expert. A minha primeira pedalada naquela coisa foi como ver a luz no final de um túnel muito longo e muito escuro. Finalmente descobri o porquê de tanto frenesi por causa de bikes! Elas me deixaram muito bem fisicamente. Tão macia e obediente, e a sensação foi de TANTA velocidade, ao mesmo tempo em que o manuseio ficou bem melhor do que eu estava pedalando. Foi como descobrir o ciclismo de novo - só que com mais diversão. Eu era uma ciclista Ruby; só que ainda não sabia. Vendi a antiga de alumínio e comprei uma Specialized Ruby Comp 2010. E nunca mais olhei para trás.”

Ideias sobre o Project Black
“O que eu mais amo na Ruby é que ela é universal. É a bike que me fez me apaixonar, não só pela Specialized, mas pelo ciclismo como esporte. Fiquei muito empolgada em me tornar parte desta jornada de bike através do desenvolvimento. Quando eu saio no Project Black, ou me junto à Mal em seus festivais de subida nas Santa Cruz Mountains ou em nossas Rubys, ou vejo algum post da Janeen no Strava e vejo que ela venceu o Mt. Madonna uma vez mais - fico tão orgulhosa desta bike e do que ela permite às ciclistas de vários níveis de habilidades. Esta bike é simplesmente sensacional.”

Texto, foto e vídeos: Specialized Bicycles Components

Nenhum comentário:

Postar um comentário