6.9.11

Tem certeza que não esqueceu de nada?

 Não se pode negar que nós ciclistas somos seres que, ao longo de anos sobre a bike, desenvolvemos hábitos e comportamentos que visam antever os percalços que podem nos atingir durante um treino ou uma prova. Porém, esses comportamentos permeiam por todas as  dimensões de nossas vidas, fazendo de nós um grupo social com rituais bastante marcantes.


Um desses rituais é o que antecede um treino. Ele se inicia na noite do dia anterior e pode até chegar à madrugada, dependendo do grau de integração do ciclista com seu equipamento. O ritual consiste em agrupar todas as ferramentas portáteis possíveis, câmaras reserva, kits de remendo, cilindros de CO2, bomba de pneu, a própria bicicleta, a roupa, capacete, luvas, óculos, (...) e fazer tudo se encaixar nos bolsos da camisa, na bolsinha de selim, e nos suportes do quadro sem atrapalhar a nossa movimentação e sem pesar demais na bike. É quase uma mágica!


 Mas ainda falta um detalhe determinante que frequentemente é esquecido ou até negligenciado por muitos de nós. Da mesma forma que abastecemos nossos carros antes de uma viagem, devemos nos abastecer antes dos treinos, na mesma proporção. Não estou dizendo para comer um caminhão de pão com manteiga. Mas alimentar-se adequadamente antes e durante o seu treino vai determinar como você vai chegar em casa no final. 

 Sendo assim, temos ainda de arrumar espaço em nossos bolsos, suportes e afins para os nossos "combustíveis". O recomendado é a ingestão de um sachê de gel energético ou carboidrato a cada 40 minutos de atividade. Claro que esse tempo pode variar. Dessa forma, separe o seu alimento de acordo com o tempo previsto do seu treino, sempre levando em consideração a idéia de que algo pode dar errado e você pode demorar mais.



  Além disso: água! Nunca deixe faltar. Nós conseguimos digerir melhor e mais rápido um alimento que é ingerido úmido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário